Prefeito Gustavo Zannatta e secretário de indústria e comércio Waldir Kleber estiveram visitando a unidade da Alubar no distrito industrial - Crédito: ACOM/Prefeitura

O grupo Alubar quer ampliar a produção de condutores elétricos de alumínio na unidade de Montenegro. A informação foi confirmada na última segunda-feira, dia 14, pelo diretor de Assuntos Corporativos da empresa, Otávio Ribeiro, que recebeu na unidade local o prefeito Gustavo Zanatta e o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Waldir Kleber. Ainda acompanharam a visita o gerente geral da Alubar Montenegro, Jonnys Sales; a gerente de comunicação da Alubar, Mônica Alvarez; e o supervisor administrativo-financeiro da Alubar Montenegro, Alexandro Ferreira.

Fundado no Pará, há 22 anos, o grupo Alubar é composto por duas empresas: a Alubar Metais e Cabos SA, maior produtora do setor na América Latina (com fábrica no distrito industrial de Montenegro) e Alubar Energia SA, que oferece soluções para empreendimentos de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis, como sistemas de transmissão e distribuição de energia. A Alubar começou a produzir em Montenegro no início do ano passado após adquirir a antiga unidade da Fujikura, que funcionava desde 2015.

Os diretores da Alubar reforçaram o compromisso de valorizar a mão de obra local, com 90% dos 65 funcionários da unidade sendo montenegrinos. A empresa, que tem fábricas em diversos estados brasileiros e no exterior, atuando nos Estados Unidos e Canadá, possui rigorosos processos ambientais e desenvolve projetos sociais nas comunidades onde atua.

Em constante crescimento nas duas últimas décadas, a Alubar está ultimando os detalhes para a ampliação da fábrica de Montenegro. “Queremos investir na cidade e vamos ampliar nossa produção em breve”, anunciou o diretor corporativo, Otávio Ribeiro.
O prefeito Zanatta agradeceu os investimentos projetados e reforçou a necessidade de proximidade entre os setores público e privado. “Queremos que as empresas aqui instaladas se desenvolvam. Contem com esta administração”, reforçou Zanatta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here