Nova unidade junto da fábrica de Montenegro deverá ser instalada ainda neste ano - Crédito: Guilherme Baptista/FN

Na última semana, o prefeito de Montenegro, Kadu Müller, recebeu a visita do Diretor da JBS, Guilherme Eichner, acompanhado pelo assessor jurídico da empresa, Adriano Bakchachian.

Os representantes da unidade de Montenegro foram recebidos por Kadu na Prefeitura. Na pauta do encontro, questões relativas a possibilidades de investimento da unidade em sua planta. Em andamento, a JBS (Frangosul) segue com seu projeto de expansão referente à aquisição de unidades de frangos ligados aos produtores locais. A empresa busca fomentar e selar parceria, através de programa de incentivos, com produtores do município que estejam dentro de um raio de 20 quilômetros da unidade.

Aliado a esse movimento, a empresa estuda, ainda, possibilidade de ampliação e investimentos na planta local. “O desenvolvimento do setor agrícola e rural segue sendo fomentado por nossa gestão. Trabalhamos, com produtores e com parcerias assim, para que o município siga o desenvolvimento neste setor”, disse Kadu ao colocar a Prefeitura como apoiadora neste cenário futuro.

Conforme Kadu, a JBS planeja investir cerca de 36 milhões de reais numa nova fábrica de fatiados, junto ao setor de embutidos. O investimento visa ampliar a produção de mortadela, presunto e outros produtos. Outra meta é chegar ao abate de 500 mil frangos ao dia, sendo que atualmente está em 388 mil. E isso já para o segundo semestre deste ano, o que seria um grande incremento na produção. Para isso é importante o apoio para a instalação de novos aviários, além de ampliações, o que vai representar também mais investimentos na agricultura. A intenção é aumentar a compra de frangos em 50% junto aos produtores integrados.

Faz três anos que a JBS assumiu as antigas unidades da Doux Frangosul em Montenegro. A possibilidade de investimentos, através de ampliação da unidade, é uma boa notícia para o setor, já que a JBS é uma das maiores indústrias de Montenegro e da região, com grande retorno de ICMS e maior empregadora do Vale do Caí. Os incentivos para a instalação de aviários também são muito importantes, já que a produção de frangos é uma das principais atividades agrícolas da região. Atualmente a JBS já gera cerca de 2 mil empregos diretos, incluindo o frigorífico, empanados e a fábrica de ração. Se for considerar outros empregos em fornecedores, como os próprios produtores rurais, mais motoristas, serviços e tudo que gira no em torno, além do comércio, passa de dez mil empregos. E para a Prefeitura, a JBS é uma das empresas que mais dá retorno em ICMS, que é a principal fonte de recursos para melhorias a manutenção e melhorias no município.

Deixe seu comentário