Em outubro do ano passado o Fato Novo já destacava a possibilidade do Hospital Montenegro (HM) virar referência em traumatologia e ortopedia. Na época, o diretor do HM, Carlos Batista da Silveira, participou de uma reunião com prefeitos e secretários municipais de saúde da Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (AMVARC), no campus da UCS no Caí, quando informou que as negociações estavam adiantadas. E pediu o apoio para que o objetivo fosse alcançado, já que toda a região sairia ganhando ao ter mais perto os serviços de média e alta complexidade.

Em postagem no seu perfil no facebook, o prefeito de Montenegro, Kadu Müller, postou hoje pela manhã, sexta-feira, uma foto de uma reunião na Secretaria de Saúde do Estado, em Porto Alegre, com a presença da secretária estadual Arita Bermann, prefeitos e secretários municipais de saúde. “Boas notícias. Em reunião com a secretária estadual de saúde, Arita Bergmann, foi indicado que o Hospital Montenegro 100% SUS será referência em cirurgias de traumatologia no Vale do Caí.

A notícia também foi comemorada em postagem do prefeito de Maratá, Fernando Schrammel. “Hospital Montenegro vai virar referência para região do Vale do Caí em cirurgias de traumatologia em quadril, coluna, joelho, mão, etc.”, postou, enquanto participava da reunião em Porto Alegre. “Esta é uma excelente notícia aos pacientes que precisam se deslocar para cidades mais distantes em busca deste tipo de cirurgia”, declarou.

Também participaram do encontro representantes do Hospital Montenegro, a coordenadora da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde, Ana Maria Rodrigues, e demais lideranças.

De acordo com o diretor do Hospital Montenegro, Carlos Batista da Silveira, ainda falta definir a questão financeira. Segundo ele, está definido o valor que o Governo Federal vai repassar, mas falta a parte do Estado e dos municípios. Uma nova reunião foi marcada para o dia 9 de janeiro, quinta-feira da próxima semana, às 14h, com uma comissão que foi criada pela própria Secretaria Estadual da Saúde. E na semana seguinte deve ocorrer nova reunião com os prefeitos, quanto aos valores que devem ser repassados pelas Prefeituras.

Outra boa notícia

A Secretaria da Saúde (SES) firmou, no dia 30 de dezembro, uma série de convênios relativos à Consulta Popular 2018/2019, no valor total de mais de R$ 2 milhões. Os recursos permitirão melhorias em instituições de 10 muinicípios do Estado. “Faremos uma ampliação do pronto socorro do hospital”, informou o diretor Batista, sobre os R$ 500 mil repassados ao HM.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here