Procedimentos tinham sido suspensos devido a pandemia - Arquivo/FN

Maior casa de saúde do Vale do Caí e única com atendimento totalmente gratuito pelo SUS, o Hospital Montenegro (HM) enfrenta a lotação total de sua UTI.

Os dez leitos da UTI estavam ocupados nesta segunda-feira, dia 22. Dos quatro leitos de isolamento para coronavírus, três estavam com pacientes com suspeita de Covid-19 e outro confirmado. E os outros seis leitos estavam ocupados com pacientes com outras doenças. Os números mostram a preocupação e justificam em parte a entrada de Montenegro na bandeira vermelha, de risco alto, no sistema de disntanciamento controlado do Governo do Estado. Por isso a população tem que fazer a sua parte, através da prevenção, para que não tenham muitos casos ao mesmo tempo, ainda mais agora com a chegada do inverno, quando costuma aumentar as internações.

Existe a possibilidade de ampliação, com mais cinco leitos, através do credenciamento do Ministério da Saúde. Mas isso ainda depende de investimento. O certo é que aumentou muito as internações e como Canoas, que é a referência para a região na saúde, também enfrenta o mesmo problema, fica difícil também fazer as remoções. Conforme informe epidemiológico de segunda-feira, o HM tinha 6 casos suspeitos de coronavírus e dois confirmados no setor de internação, mais três casos suspeitos e um confirmado na UTI.

Na manhã desta terça-feira está programada uma entrevista coletiva da direção e médicos para esclarecer sobre o número de leitos de UTI da instituição e demais questões relacionadas ao Covid-19.

Unimed e Caí

Em outros dois hospitais do Vale do Caí, que possuem leitos de UTI, a situação é um pouco mais tranqüila quanto a ocupação.

No Hospital Unimed, em Montenegro, na segunda-feira tinha 7 casos suspeitos de coronavírus internados e um caso confirmado. No total, 19 pacientes que tiveram Covid-19 já foram recuperados no hospital. Na UTI adulto a taxa de ocupação ontem era de 75%.

Já no Hospital Sagrada Família, de São Sebastião do Caí, que instalou recentemente cinco leitos de UTI para Covid-19, a taxa de ocupação da unidade ontem era de 40%, com dois pacientes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here