Parquímetros já estão instalados e vagas demarcadas faz mais de três meses, mas início da cobrança tinha sido adiado por determinação da Justiça, que agora liberou a implantação - Arquivo/FN

O processo de implantação do estacionamento rotativo pago, no centro de Montenegro, pode ser retomado. Foi proferida sentença, pela Justiça de Montenegro, em favor da Prefeitura. Com isso poderá ser retomado o cronograma que foi interrompido em fevereiro, quando estava previsto o início da cobrança.

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Obras Públicas, já enviou um ofício para a empresa responsável pela Zona Azul, informando sobre a sentença. A iniciativa visou notificar a empresa Serbet, vencedora da licitação para exploração do estacionamento pago, para que retome com as atividades de onde haviam sido interrompidas. A Administração Municipal também solicitou que a empresa informe a data de reinício das atividades, devendo divulgar um cronograma de quando começa de fato a cobrança. O cronograma tinha sido interrompido no início de fevereiro, quando o Tribunal de Justiça do Estado concedeu liminar para a empresa BR Parking Estacionamentos, a qual questionou a legalidade do processo de licitação.

Foram instalados 17 parquímetros para cobrança, mas pagamento também poderá ocorrer em pontos do comércio e por aplicativo
– Crédito: ACOM/Prefeitura

Um novo cronograma de implantação da cobrança deve ser divulgado pela empresa Serbert. As 1.160 vagas de estacionamento já foram demarcadas e os 17 parquímetros para cobrança instalados. Ainda é necessário um período de 15 dias de orientação da comunidade, através dos monitores contratados.

Conforme Fábio Smanhotto, da empresa Serbet Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil, estão sendo verificadas algumas questões junto a Prefeitura para validar a data de início da cobrança. “Estamos trabalhando na retomada. Vamos precisar revalidar algumas questões, como sinalização, colaboradores e outras, mas no mês de junho o estacionamento rotativo deve iniciar suas atividades”, informou.

Ruas de cobrança

– Ramiro Barcelos: trecho entre Antônio Marques e Fernando Ferrari
– João Pessoa: trecho entre Santos Dumont e Fernando Ferrari;
– Capitão Cruz: trecho entre Santos Dumont e Fernando Ferrari;
– Santos Dumont: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– Osvaldo Aranha: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– Olavo Bilac: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– São João: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– José Luiz: trecho entre Capitão Cruz e Dr. Flores.

Valores
Conforme o contrato, a cobrança ocorrerá de segunda a sexta-feira das 9h às 18h e, aos sábados, das 8h às 12h. Em dezembro, aos sábados, o horário será o mesmo dos outros dias da semana.

Os primeiros 30 minutos de estacionamento vão custar R$ 1,00 e, a partir daí, sobe para R$ 2,00 até uma hora. Depois, eleva para R$ 4,00 ao fim da segunda hora. Após duas horas, como é rotativo, o veículo tem que ser retirado, podendo estacionar em outra vaga.

Motos estarão isentas, desde que estacionadas em locais demarcados
– Crédito: ACOM/Prefeitura

Motos estarão isentas, desde que estacionadas em locais delimitados. Também isenções estão previstas para idosos e deficientes físicos, desde que cadastrados.

Os motoristas deverão ter uma tolerância inicial de 10 minutos. Depois já inicia a cobrança. Caso não pague, tem até 24 horas para regularizar, pagando 20 reais de taxa e mais o horário devido. Se não regularizar, leva multa prevista no artigo 181 do Código de Trânsito, de R$ 195,23, mais a perda de 5 pontos na carteira de habilitação e pode ser guinchado. Portanto, o prejuízo acaba sendo alto. Os próprios monitores vão avisar os policiais militares quando veículos estiverem em situação irregular.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here