Ruas como a São João, ao lado da Praça Rui Barbosa, estavam desertas no final da manhã de hoje - Crédito: Guilherme Baptista/FN

A cobrança aos usuários do estacionamento rotativo de Montenegro iniciou na última segunda-feira, dia 15, no centro de Montenegro. Ao todo, são cerca de 1160 vagas coordenadas pela empresa Serbet Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil Ltda, responsável pela implantação.

Conforme o contrato, a cobrança ocorre de segunda a sexta-feira das 9h às 18h e, aos sábados, das 8h às 12h. Os primeiros 30 minutos de estacionamento custam R$ 1,00 e, a partir daí, sobe para R$ 2,00 até uma hora. Depois, eleva para R$ 4,00 ao fim da segunda hora. Não é permitido ocupar a mesma vaga por mais do que duas horas, já que o estacionamento é rotativo.

Espaço para estacionamento de motos, na Rua Ramiro Barcelos, ficou lotado
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

Na Zona Azul, motos podem estacionar somente nos espaços determinados e são isentas da cobrança. Ao todo, são 140 vagas para motos distribuídas em 14 pontos.

Para idosos são 55 vagas disponíveis e para deficientes outras 22. Em ambos casos, o uso é gratuito por até uma hora, mas o veículo deve ser devidamente identificado com o cartão fornecido pelo Departamento de Transporte e Trânsito.

Para vagas de gastronomia itinerante, bem como caçambas de entulho, o pagamento é diário, desde que ambas situações estejam devidamente regularizadas. Foodtrucks deverão estar registrados junto à Administração Municipal para permanecer em seus pontos durante o dia inteiro, com o pagamento de uma taxa de R$ 20,00 por dia.

Multas e muitas vagas

Rua Capitão Cruz ficou deserta
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

A fiscalização está sendo feita inicialmente pela Brigada Militar e posteriormente deve ter o reforço da Guarda Municipal, assim que estiver habilitada para atuar no trânsito. Será dada uma tolerância de 10 minutos e depois está sujeito a multa. Terá uma primeira notificação de 4 reais, equivalente a duas horas de estacionamento, que pode ser paga em até duas horas. Se isso não ocorrer está sujeito e notificação de 20 reais para pagamento em até 24 horas. Se não pagar está sujeito a multa do Detran, de R$ 195,23, de infração grave, com perda de 5 pontos na carteira de habilitação e até guincho.

Conforme a Prefeitura, ainda podem ser feitos alguns ajustes, de acordo com o funcionamento dos primeiros dias de cobranças. Motoboys, que fazem tele-entrega, se devidamente registrados, tem tolerância de 10 minutos para fazer entrega. Ainda se estuda o aumento de vagas para motos e a instalação de bicicletários. O escritório da Serbet fica na Rua João Pessoa, 1918, sala 14 – conjunto Santa Rita, próximo da esquina com a Rua Santos Dumont.

Na Rua Ramiro Barcelos, bem no centro, estavam sobrando vagas hoje pela manhã
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

Na avaliação de Claydson Martins de Morais, da empresa Serbet, o início da cobrança foi bastante positivo. “A receptividade foi muito boa. A maioria elogiou a volta do estacionamento rotativo. Houve algumas críticas por ter que pagar, mas a maioria vê com bons olhos, agradecendo por agora poder estacionar no centro”, declara. Conforme ele, no primeiro dia foram cerca de 1.500 veículos monitorados, dos quais entre 400 e 500 receberam aviso de irregularidade por não pagamento. Em torno de 30% compraram ticket e outros 30% compraram créditos para poder utilizar posteriormente.

Com o início da cobrança passaram a sobrar vagas para o estacionamento no centro e aumentou a procura por outras ruas em que não é feita a cobrança, atendendo o objetivo de desafogar as vias principais e abrir mais espaço através da rotatividade.

Como pagar

Foram instalados parquímetros para fazer o pagamento
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

– Diretamente com o monitor da Serbet;
– Cartões pré-pagos (com monitores da Serbet ou pontos de vendas)
– Parquímetros (Moedas ou cartões de crédito ou débito);
– Aplicativo “Estacionamento Digital” (Disponível para Android e iOS).

Ruas de cobrança

– Ramiro Barcelos: trecho entre Antônio Marques e Fernando Ferrari
– João Pessoa: trecho entre Santos Dumont e Fernando Ferrari;
– Capitão Cruz: trecho entre Santos Dumont e Fernando Ferrari;
– Santos Dumont: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– Osvaldo Aranha: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– Olavo Bilac: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– São João: trecho entre Capitão Cruz e João Pessoa;
– José Luiz: trecho entre Capitão Cruz e Dr. Flores.

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here