Agentes de saúde ajudam na prevenção - Arquivo/FN

A Vigilância Sanitária informou que foi detectado o 92º foco de Aedes aegypti em Montenegro. Conforme visitas de vistorias da Vigilância Sanitária, durante essa semana, os Agentes de Combates a Endemias identificaram larvas do mosquito nas ruas Capitão Jacinto José Fernando (Timbaúva); Ibicuí (Bela Vista); e Ernesto Zietlow (Santo Antônio). Ainda, as ruas Júlio Renner, no bairro São Paulo; e Jacob Franzen, no bairro Timbaúva, também são alguns dos pontos em alerta.

Segundo a Vigilância em Saúde, Montenegro está em estado de alerta para as doenças transmitidas pelo vetor Aedes aegypti: Dengue, febre Chikungunya, Zika vírus e febre amarela urbana. Durante o ano de 2018, de acordo com dados da Vigilância, o município teve, ao todo, o número de 65 focos de Aedes aegypti. Já no ano de 2019, em apenas quatro meses, os Agentes encontraram 92 focos do mosquito. E o município também já registrou dois casos de dengue, de um casal que contraiu a doença em viagem para o Nordeste. Ainda não teve caso contraído no próprio município, mas como o mosquito transmissor está circulando, aumenta o risco. Por isso a importância da prevenção.

O trabalho dos Agentes de Combate a Endemias é realizado em conjunto com a população. Todas as ações de combate partem do pressuposto de que todos os cidadãos, de todos os bairros da cidade, estejam comprometidos também no efetivo controle do mosquito Aedes aegypti. As equipes buscam conscientizar os moradores, a fim de evitar uma proliferação do mosquito transmissor das doenças.

Limpar e vedar a caixa d’água, eliminar água parada de potes e vasos de flores, assim como descartar o lixo de forma consciente, são algumas das ações importantes para a prevenção contra o mosquito Aedes aegypti.

Em caso de denúncias, a população pode entrar em contato com a Vigilância pelo telefone 3632-1113.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here