Égua foi atingida no bairro Zootecnia por veículo não localizado, sendo medicada e ficou no local por falta de transporte, vindo a falecer - C´redito: Claudete Eberhardt

É cada vez maior o número de cavalos soltos em vias públicas e que tem resultado em acidentes de trânsito.

Na noite de ontem, quinta-feira, 30 de junho, mais um caso foi registrado em Montenegro. Uma égua foi atropelada na Estrada Antônio Inácio de Oliveira Filho, perto do campus da Unisc, no bairro Zootecnia. O animal ficou bastante ferido. Guarda Municipal, voluntários da defesa animal e populares estiveram no local. Foi prestado atendimento veterinário e a égua foi medicada para amenizar a dor, mas voluntários informaram que não conseguiram transporte na noite de ontem para levá-la para uma clínica em Nova Santa Rita (Guadalupe) que presta atendimentos para ONGs. Entretanto, ela não resistiu aos graves ferimentos, perdeu muito sangue e acabou morrendo.

Égua foi medicada, mas não resistiu
– Reprodução/FN

Conforme a Guarda Municipal, não foi identificado o veículo que atropelou o cavalo. Com isso não se sabe quanto a danos e se teve também pessoas feridas. O dono da égua também não compareceu no local.

O chefe da Guarda Municipal, Airton Silva dos Santos, ressalta que praticamente todos os dias a corporação é acionada em razão de cavalos soltos nas ruas. O mesmo ocorre com a Brigada Militar. Airton cita que já aconteceram dois casos que os proprietários dos animais foram identificados e autuados pela fiscalização do código de posturas do município.

Falta ainda uma estrutura para recolhimento e acolhimento dos animais, situação vivida também em outros municípios da região. Muitas vezes os cavalos recolhidos são encaminhados para o Parque Centenário, onde são alimentados por voluntários de ONGs da defesa animal. Já os cavalos feridos em acidentes e vítimas de maus-tratos ficam sob cuidados das ONGs, que dependem de contribuições da comunidade e ações como rifas e eventos para pagar os tratamentos veterinários e alimentação.

Nas duas últimas semanas cavalos morreram atropelados em rodovias de Montenegro e São Sebastião do Caí – RS 287 e RS 122, inclusive deixando pessoas feridas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here