- Imagem ilustrativa/internet

Foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro um caso de injúria discriminatória que teria ocorrido na manhã do último sábado, dia 7, por volta de 10h30, no bairro Centenário.

Conforme o registro, um casal informou para a Brigada Militar que após a família ser despejada de sua casa, por não ter condições de pagar aluguel, e decidiu ocupar uma residência na Rua Vereador João Vicente, em Montenegro, que estaria abandonada. O casal e três filhos teriam invadido a moradia, nos antigos trilhos, por volta das 6 horas da manhã de sábado. Na metade da manhã o casal conta que chegou um homem, o qual quebrou o portão com chutes, e foi na direção dos invasores, fazendo ameaças e dizendo que o imóvel lhe pertencia, e que no local era uma oficina.

Segundo o casal, a mãe do homem que fez a ameaça pegou um pedaço de ferro e foi na direção do invasor, o qual estava com um dos filhos no colo. O casal diz que a mulher proferiu palavras de cunho discriminatório, além de fazer diversas ameaças. A Brigada Militar, Guarda Municipal e Conselho Tutelar compareceram no local e o caso foi então encaminhado para a Polícia civil.

O vereador Talis Ferreira também esteve no local e acionou a Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social e Cidadania, tendo comparecido o secretário Luis Fernando Ferreira, o qual deu o suporte de roupas, colchões e alimentos. Uma vizinha abrigou a família provisoriamente e a família tem recebido doações.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here