Placas foram colocadas na Costa da Serra para alertar sobre os defeitos na pista - Crédito: Fernando Reidel

Como a expectativa é de um intenso movimento na RS 411 neste próximo final de semana, em razão do tradicional Rodeio Crioulo de Brochier, aumenta a preocupação com o estado precário da rodovia, que pode ocasionar acidentes. O evento acontece entre sexta-feira e domingo no Parque da Expofesta. Como a RS 411 já foi palco de vários acidentes, inclusive com morte numa edição anterior do rodeio, a preocupação é grande agora em que a rodovia está num péssimo estado.

O empresário Fernando Reidel, que é proprietário de um posto de combustíveis na localidade de Costa da Serra, em Montenegro, alertou o Daer sobre o perigo e pediu melhorias, além de sinalização. Ontem e hoje, quarta e quinta-feira, uma equipe do Daer esteve no local, colocando brita nos pontos mais críticos, além de fazer tapa-buracos no trecho e instalar placas de sinalização alertando que a pista está com defeito. Fernando já tinha participado do programa Jornal do Almoço, da RBS TV, mobilizando moradores da Costa da Serra que vem sofrendo não só com o perigo da rodovia, mas com a poeira e as britas que com o trânsito podem atingir pedestres.

Veículos trafegam na contramão para desviar da buraqueira, o que aumenta o risco de acidentes
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

O Estado pagou uma dívida com o fornecedor de asfalto, que estava pendente desde o Governo anterior. Com isso o fornecimento de asfalto para as obras do Estado foi retomado. Entretanto, existe outra pendência. Segundo o Daer, a retomada da obra depende da solução de uma pendência financeira existente junto a empresa detentora do contrato de conserva rotineira. O Daer informa que essa questão está sendo tratada com prioridade pela autarquia, porém a mesma necessita do repasse de recursos, que estão sendo buscados pelo Governo do Estado. De acordo com o Daer, desde que as obras foram suspensas, a equipe da 11ª Superintendência Regional do Daer de Lajeado executa na ERS-411 a aplicação de material nos locais onde foram iniciados os reparos. Quando necessário, segundo o daer, são realizadas operações tapa-buracos em toda a estrada. Ontem, quarta-feira, os servidores do Daer estiveram no local aplicando uma camada de base a fim de diminuir os desníveis existentes na pista. Ainda não existe previsão de quando a obra será retomada pela Construtora Giovanella.

Pior rodovia

A RS 411, que liga Montenegro, Brochier e Maratá, é hoje a rodovia em piores condições na região e provavelmente uma das mais precárias do Estado. A obra no trecho da localidade de Costa da Serra, em Montenegro, foi iniciada em setembro do ano passado, com a retirada do asfalto antigo em alguns trechos mais esburacados. Só que em outubro, logo após as eleições, a obra foi paralisada, sem ter sido concluída. Faltou justamente à recolocação do asfalto, deixando a rodovia em péssimas condições, com muitos buracos, desníveis e poeira. Motoristas trafegam na contramão, tentando desviar dos buracos, o que aumenta o risco de acidentes.

A situação precária da RS 411 já foi tema de várias reportagens no Fato Novo e já ganhou repercussão estadual, sendo destaque também na RBS TV e outros veículos do Estado. A rodovia, que já é perigosa, tendo sido palco de vários acidentes, inclusive com mortes, está agora com um risco ainda maior.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here