Circo Pantanal, que foi montado dentro do parque, vai estrear hoje porque tem gerador - Guilherme Baptista/FN

A concessionária RGE Sul cortou a luz do Parque Centenário de Montenegro. Não foi por falta de pagamento da conta. Conforme a assessoria de imprensa da RGE Sul, durante atendimento de ocorrência constatou-se que são necessários reparos técnicos na rede interna do Parque Centenário para que a energia elétrica seja restabelecida no local. Segundo a RGE, a rede interna é particular e de responsabilidade da prefeitura. A concessionária esclarece que essa ação é necessária para garantir a segurança de todos que visitam e trabalham no parque. Após os reparos, a concessionária informou que fará uma vistoria e, estando tudo dentro das normas exigidas, a RGE Sul fará a religação.

A biblioteca, no antigo restaurante do Centenário, está com lâmpadas e computadores desligados
– Guilherme Baptista/FN

A reportagem do Fato Novo também entrou em contato com a Prefeitura de Montenegro. Conforme a assessoria de comunicação da Administração Municipal, a RGE Sul está com um projeto elétrico do Parque Centenário para aprovar. A Prefeitura lamenta a demora na aprovação, o que estaria atrasando a revitalização elétrica do parque. Entretanto, o prazo para aprovação seria entre 30 e 60 dias. E ainda estaria dentro do prazo. Conforme a Prefeitura, serão feitos os reparos por parte da Secretaria Municipal de Viação e Serviços Urbanos e a energia deverá ser restabelecida.

Gerador foi instalado na Defesa Civil e Guarda Municipal, para não ficar sem luz
– Guilherme Baptista/FN

Foi instalado um gerador a gasolina para garantir as atividades da Guarda Municipal e da Defesa Civil, que tem suas sedes no parque. O gerador só garante energia para as lâmpadas, não sendo possível ligar computadores e nem mesmo uma geladeira para gelar água. Já a Biblioteca Pública Municipal, que funciona no antigo restaurante, em frente ao lago do chafariz, está totalmente sem luz. Lâmpadas e computadores da biblioteca permanecem desligados. Mesmo que tenha uma boa entrada de luz solar, prejudica para quem pretende ler ou pesquisar no local. E também dificulta o trabalho sem poder utilizar os computadores.

 

 

Preocupação com a segurança

A maior preocupação é com a segurança no Parque Centenário. Muitas pessoas utilizam o parque para caminhar, praticar esportes e passear. A estrutura do parque já está bastante precária faz tempo. Os dois ginásios de esportes – Domingão e Azulão – estão interditados, por problemas em telhado, quadra e parte elétrica. Um dos pavilhões construído para exposição está desabando. Os únicos banheiros em funcionamento, perto da pista atlética, estão em condições precárias. Em função dos problemas elétricos, que já deixaram o parque outras vezes às escuras, não têm ocorrido eventos no local.

Sem luz, aumenta a preocupação com a segurança, principalmente com o risco de roubos e furtos no parque. Outro fato que chama a atenção é a falta de limpeza. A grama está bastante alta, num sinal de abandono na maior parte do parque. Hoje de tarde, quando a reportagem esteve no parque, funcionários estavam terminando uma roçada na área próxima ao local onde foi instalado o circo.

Circo vai estrear hoje

Nesta semana um circo foi montado na área do Parque Centenário. O Circo Pantanal está próximo da cancha de skate. O Circo Pantanal, que é do Paraná e veio de uma turnê em Santa Catarina, tem estreia marcada para hoje, sexta-feira, às 20h30. Entre as atrações estão robô Transformer, Batmann, Homem Aranha, Globo da Morte, palhaços, mágicos, malabaristas e trapezistas. No final de semana ainda estão previstos espetáculos no sábado (18h e 20h30) e domingo (16h, 18h e 20h30). E durante a semana às 20h30.

Funcionários do Circo Pantanal instalaram uma rede de lâmpadas para ter acesso iluminado até o local dos espetáculos
– Guilherme Baptista/FN

Por sorte o circo tem gerador para garantir a realização dos espetáculos e da sua estrutura. Mas a preocupação é com a segurança no acesso, principalmente na saída durante a noite. O próprio pessoal do circo estava instalando hoje uma rede de lâmpadas, desde a entrada pela rua Simões Lopes Neto, em frente ao Supermercado Centenário, até o local do circo. Isso vai garantir um acesso iluminado para o público, inclusive para o estacionamento dentro do parque. Guardas municipais também atuam na segurança. E durante o período do circo no Centenário, o parque só será fechado de noite depois que o público sair. Normalmente o parque fecha 22h e só abre no outro dia de manhã às 6h.

Manifestação da Prefeitura

Através de seu facebook, a Prefeitura divulgou um texto agora de tarde sobre a falta de luz no Parque Centenário.

“A reformulação do projeto elétrico do Parque Centenário, que é uma ação do Governo Kadu Müller, segue em análise na RGE Sul. Com recursos próprios, através da emissão da nota de empenho 2018/2917, o projeto elétrico tem um investimento de R$ 9 mil e contempla toda extensão do Parque Centenário, sem as unidades individuais (nestes casos, somente a entrada de energia).

Enviado, pela primeira vez, em setembro à RGE, pela ENGPOA -empresa contratada pela Administração Municipal para elaboração do projeto-, o mesmo passa por ajustes em apontamentos levantados pela companhia. Promovidas as alterações necessárias, o projeto é novamente encaminhado à RGE Sul onde segue em análise.

Segundo a Secretaria Municipal de Obras Públicas, após o recebimento das correções finais apontadas, a RGE Sul tem o prazo máximo de 60 dias para aprovação final. Após isso, a Administração Municipal encaminha o projeto aprovado para licitação e imediato início das intervenções, na sequência.

O objeto contratado pela Administração Municipal prevê a elaboração, por empresa de engenharia especializada, de projetos elétricos de baixa, média e alta tensão. O projeto completo contém redes aéreas e subterrâneas, assim como adequações necessárias das instalações já existentes de prédios e iluminação pública e, também o dimensionamento e adequações para colocar em funcionamento o chafariz do lago central.

Para a aprovação final, que a Administração Municipal estima ocorrer em breve, o Executivo mantém frequente contato junto à RGE na busca de viabilizar essa questão. Enquanto isso, o Prefeito Municipal Kadu Müller solicitou à Secretaria Municipal de Viação e Serviços Urbanos e à Secretaria Municipal de Meio Ambiente atenção ao local.

Por medida preventiva, o Parque Centenário está com sua energia desligada em função de problema apresentado em alguns isoladores da subestação, ocorrido nos últimos dias. Contudo, as equipes do Setor de Elétrica trabalham nessa demanda e a energia será restabelecida nos próximos dias. “Estamos trabalhando diariamente para reativar a energia no Parque Centenário, o mais rápido possível. Há uma burocracia que impede que a ação seja realizada em um curto espaço de tempo, mas queremos que na próxima semana haja evolução” – explica o Secretário Municipal de Viação e Serviços Urbanos, Jackson de Oliveira.”

 

Reforma da Biblioteca

Fechada desde dezembro de 2012, a Biblioteca Pública Municipal Hélio Alves de Oliveira inicia suas obras de reforma no dia 12, na próxima semana. Por isso está instalada provisoriamente no antigo restaurante do Parque Centenário.

Reforma da Biblioteca, no Centro Cultural, deve ser retomada na próxima semana
– Arquivo/FN

Na última segunda-feira, a Prefeitura Municipal de Montenegro assinou o Termo de Início de Obra, onde habilita a empresa Upper Engenharia Eireli a conduzir os trabalhos no local, assim como no Teatro Roberto Atayde Cardona. Segundo o contrato, que tem a fiscalização da Secretaria Municipal de Obras Públicas, a empresa tem 120 dias para entregar as intervenções realizadas.

Acompanhado pela Secretária Municipal de Educação e Cultura, Rita Júlia Carneiro Fleck, e pela Diretora da Biblioteca Pública Municipal, Ana Valdeti, o Prefeito Kadu Müller recebeu familiares dos ex-prefeitos montenegrinos Roberto Atayde Cardona (que dá nome ao Teatro Municipal) e de Hélio Alves de Oliveira (que dá nome à Biblioteca Pública). Em momento marcante, os presentes percorreram os longos espaços tanto no Teatro, quanto na Biblioteca. Emocionado, o jornalista Adriano Alves de Oliveira, seguido pela irmã Celiza de Oliveira Metz, acompanhou o percurso resgatando memórias vividas no interior da Biblioteca que leva o nome de seu pai, Hélio Alves de Oliveira.

Além da reforma da Biblioteca Pública Municipal, também serão promovidas intervenções no Teatro Roberto Atayde Cardona. “Muitas histórias aconteceram aqui e muitas outras estão por vir” – disse a professora Therezinha Petry Cardona, acompanhada pelas irmãs Isabel e Rose, enquanto percorria os corredores em direção ao interior do espaço.

O contrato, que tem um valor total de investimento de R$ 279.225,00 com recursos próprios, prevê colocação de divisórias, forro de gesso, forro de PVC e de revestimentos, troca de piso, instalação de guarda-corpo, troca e recuperação de esquadrias, pintura, instalação de transporte vertical (plataforma elevatória), instalações elétricas, instalações hidráulicas e pluviais.

Para os próximos dias, o grupo marcou um encontro que visa ampliar e elaborar um projeto maior de modernização de algumas dependências do Teatro.

Deixe seu comentário