Animal está sob os cuidados da entidade enquanto investigação de maus-tratos segue em andamento - Crédito: Amoga

A Associação Montenegrina dos Guardiões dos Animais (Amoga) informou, na noite desta quinta-feira, através de sua página no facebook (Amoga Voluntários), que o cão arrastado por um veículo está sob os cuidados da entidade. Enquanto segue a investigação da Polícia, o cachorro ficará sob a responsabilidade da Amoga, que tem uma tradição e credibilidade de mais de 15 anos nos cuidados dos animais.

A Amoga foi indicada como fiel depositária do cachorro, o qual já foi levado para nova avaliação veterinária e está bem. Segundo a presidente da Amoga, Luiza Kimura, o cachorro, que está sendo chamado de “Delegado”, está num lar temporário. “Ele estava muito machucado nas quatro patinhas. Perdeu a proteção das patas. Uma delas está muito machucada. Estava com muita dor”, relatou, em entrevista para a Rádio América. “É um cachorrinho muito dócil e querido”, completa, informando que ele dormiu numa cama quentinha, enrolado numa manta. Luiza acredita que o cão poderá ficar com uma das voluntárias da Amoga ou ser encaminhado depois para adoção. “Vimos com muita tristeza o que aconteceu”, afirmou, lamentando os casos de maus-tratos e abandono de animais.

Flagrante em Montenegro gerou denúncia na Delegacia por crueldade contra animal, mas motorista da caminhonete nega ter visto que o cão estava amarrado em seu veículo
– Reprodução/FN

O caso ganhou grande repercussão na tarde de hoje após a divulgação de um vídeo e foto mostrando o cachorro sendo arrastado por uma caminhonete, na qual estava amarrado atrás da carroceria, enquanto o veículo trafegava pela Rua Bruno de Andrade, na Volta do Morro, em Montenegro. O motorista e o animal foram localizados pela Polícia Civil, sendo feito um registro na Delegacia de Polícia de crueldade contra animais. O motorista da Saveiro alegou que não tinha visto o cachorro amarrado em seu veículo e assim que foi avisado disse que parou a caminhonete. Ele negou maus-tratos, informando que não era dono do cão, o qual seria um animal de rua, para o qual costumava dar comida. Conforme a Polícia, ele se comprometeu em custear despesas veterinárias e que iria ficar com o cachorro. A Polícia também informou que iria apurar quem e por qual motivo amarrou o cachorro na caminhonete.

POSTAGEM DA AMOGA

“Notícias sobre o cãozinho arrastado pelo carro:
Está bem!
Está conosco!
Enquanto a investigação segue, e até ser concluída, ele ficará sob nossa responsabilidade.
Amoga foi indicada como fiél depositária dele.
Já foi levado para nova avaliação veterinária na clínica da dra Mirene e à partir de hoje dorme numa cama quente, com o pratinho cheio, com carinho e amor🙏🏻❤️
Lamentamos profundamente que seja necessária uma cena horrível como a vista hoje para que esses seres deixem de ser invisíveis! Adote antes, proteja antes, ajude antes!!! Depois pode ser tarde! Olhe hoje pra sua rua, olhe hoje pelo cãozinho faminto que perambula pelo teu caminho!
Não espere pelo pior!
Basta de cenas assim👊🏻🚔
Agradecimento ao grupo C&G que esteve prontamente no local e a DP de Montenegro que agiu rápido! “

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here