Prisão ocorreu no centro de Montenegro após acusados realizarem compras em lojas utilizando documentos falsos - Crédito: Talis Ferreira

Na tarde desta terça-feira, dia 24, a Brigada Militar de Montenegro prendeu três acusados de estelionato.

Segundo informações, dois homens e uma mulher, da Região Metropolitana de Porto Alegre, estariam com cheques e documentos falsos para tentar comprar em estabelecimentos comerciais. Após comprarem numa primeira loja, num segundo estabelecimento uma funcionária desconfiou e avisou a Brigada. E aí o trio foi abordado. A acusada ainda teria tentado subornar um dos policiais, oferecendo dinheiro para serem liberados. “Ofereceu R$ 10 mil para liberar ela e os outros dois”, relata um PM.

De acordo com a Brigada, um dos acusados ficava dentro de um automóvel Hyundai HB 20, enquanto um casal entrava nas lojas. Após denúncia, passaram a ser monitorados pelo videomonitoramento e pelos agentes do setor de inteligência. Foram abordados ainda no centro.

Segundo os PMs, dentro do carro tinham várias compras. O motorista alegou ser de aplicativo, mas na verdade seria um veículo alugado. Já a mulher estaria com cerca de R$ 5 mil. E ao ser indagada pelos PMs teria confessado o estelionato, inclusive utilizando documentos falsos, com os quais contraiam empréstimos bancários e abriam contas em lojas.
A suspeita é de que tenham aplicados o mesmo tipo de golpe em outras cidades, mas em Montenegro se deram mal e foram detidos. Os indivíduos detidos e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), acusados de estelionato, uso de documentos falsos e tentativa de suborno.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here