Empresa Traçado (foto) vai investir em indústria de produtos asfálticos e Sulboro na produção de micronutriente para a agricultura - Foto: Traçado/Reprodução

Foram aprovados por unanimidade na noite de quinta-feira, dia 10, durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Montenegro, dois projetos de lei, enviados pelo Executivo, que tratam de incentivos para empresas que pretendem se instalar no chamado Polo da Química, situado no Distrito Industrial próximo de empresas como John Deere e Masisa. Os vereadores destacaram a importância da geração de emprego e renda.

A primeira matéria aprovada foi o Projeto que autoriza a Prefeitura conceder incentivo à empresa Traçado Construções e Serviços Ltda, que tem sua sede em São Paulo. Fundada em 1995, suas atividades voltadas para o setor de infraestrutura e rodovias municipais, estaduais e federais, atuando, ainda, em setores importantes da economia do país, tais como: concreto usinado e argamassas, pré-fabricados, lajes, alveolares, construção e obras industriais e armazéns graneleiros, obras de saneamento básico, locação de equipamentos para grandes obras de infraestrutura, como usinas hidrelétricas e eólicas e rodovias de concreto.

O incentivo é composto de isenção de 90% do IPTU incidente sobre o imóvel pelo período de dez anos, a contar do início de suas atividades, equivalente ao valor aproximado de R$ 133.875,09, exceto a taxa de recolhimento de lixo e de esgoto pluvial. Redução da alíquota do ISSQN incidente sobre a construção da unidade para 2%, execução de terraplenagem e nivelamento do terreno de 97.500m², transporte de aproximadamente 20.000m³ de materiais, adquiridos pela empresa beneficiada, a aproximadamente 10 km de distância do local da execução e isenção das taxas referentes ao licenciamento ambiental.

Atualmente, com sede em Erechim e atuação em todo o país, a empresa Traçado possui 441 funcionários e faturamento em torno de R$ 157 milhões. Vai investir aproximadamente R$ 5 milhões em recursos próprios no empreendimento. Entre as contrapartidas do projeto, o município vai receber 50 toneladas de emulsão asfáltica RM-1C no prazo máximo de dois anos. Também vai gerar 39 novos empregos diretos, que serão preferencialmente ocupados por montenegrinos residentes no município. A unidade de Montenegro terá 9.800,00m² e deverá estar pronta no prazo máximo de um ano a partir do início das obras.

Ainda na mesma noite, foi aprovado também o estímulo para a empresa Sulboro Indústria e Comércio de Produtos Químicos. O incentivo oferecido pela Administração é composto por isenção de 90% do IPTU incidente sobre o imóvel pelo período de dez anos, a contar do início de suas atividades, equivalente ao valor aproximado de R$ 42.314,58, exceto a taxa da coleta de recolhimento do lixo e de esgoto pluvial. Também fará a execução dos serviços de terraplenagem e nivelamento do terreno de 39.820,15m². A  execução dos serviços de terraplenagem e nivelamento do terreno será realizada em local previamente sinalizado pela empresa para as instalações do empreendimento, sendo no máximo 500 horas/ máquina, equivalente ao valor de R$ 75 mil. Como contrapartida, a empresa vai gerar 15 empregos diretos, de imediato, investir R$ 30 mil em materiais ou serviços para revitalização de espaços públicos no município, a serem indicados pela Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo (SMIC).

A Sulboro foi fundada em 2001, com foco no setor agrícola. Garante a melhor fonte de Boro disponível no Brasil, desenvolvendo o Borotop, uma fonte de boro diferenciada, específica para a agricultura, mais concentrada e de fácil absorção pelas plantas, com resultado comprovado junto às grandes empresas produtoras de milho, soja, algodão, trigo, café, girassol. O investimento na planta de Montenegro será de R$ 8 milhões. O faturamento atual da empresa é de R$ 30 milhões.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here