São cerca de 20 ocorrências de crime de stalking contra adolescentes entre 12 e 16 anos - Crédito: Polícia Civil

A Polícia Civil, através da Delegacia da Mulher (DEAM), prendeu ontem, quinta-feira, dia 23, no centro de Montenegro, um indivíduo acusado de várias ocorrências de ameaça e perseguição praticados contra adolescentes, no chamado stalking. É um tipo de crime incluído no Código Penal desde abril do ano passado, tratando dos casos de perseguição, tanto em ambiente físico quanto no virtual. Era o caso do indivíduo de Montenegro, que perturbava as jovens nas redes sociais, com mensagens de convites e ameaças, além de chegar a perseguir as vítimas até suas casas e escolas. Não cumpriu medidas protetivas que determinaram seu afastamento e distância as meninas pela qual tinha fixação e estava importunando. Por isso a Polícia representou pela sua prisão preventiva junto a Justiça.

Conforme a delegada Cleusa Spinato, titular da Delegacia da Mulher, desde 2017 até agora, são quase vinte ocorrências envolvendo o indivíduo preso ontem, todas com fatos similares, praticados contra três vítimas adolescentes, de idades variando de 12 a 16 anos. Inclusive a vítima mais atual já estava falando de suicídio devido às condutas do suspeito.

A Justiça decretou a prisão preventiva do acusado, com iniciais F. de AM. e de 23 anos. Ele foi preso ontem em sua casa, na área central de Montenegro. Já tinha sido preso anteriormente, mas logo foi solto. Como era reincidente e seguia cometendo os crimes, foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), sendo posteriormente recolhido ao sistema prisional. Segundo a delegada, deve ser solicitada uma avaliação psicológica do indivíduo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here