Nos últimos anos o número de pacientes que tem faltando em consultas e exames no Hospital Montenegro 100% SUS tem crescido consideravelmente. Com o objetivo de alertar a população em relação a esses números, o HM vem desde o ano passado divulgando as faltas em suas redes sociais e na imprensa local.

No ano de 2019, foram 790 faltas em consultas, 868 em Fisioterapia, 731 em exames e 421 em Revisão de Traumatologia, totalizando 2.820 faltas e gerando um custo de R$ 133.545,66. Esse número é realmente alarmante e os gastos com eles são consideráveis, valor esse que poderia ter sido utilizado para investir em diversas áreas, melhorando a qualidade no atendimento aos pacientes que são atendidos diariamente no HM.

O Hospital Montenegro pede a colaboração de toda a comunidade, no sentido de que os pacientes não faltem aos procedimentos marcados na instituição. Por isso foi lançada a campanha “Seja um paciente consciente. Não falte a sua consulta, exame ou cirurgia”. Caso o paciente, que tenha horário agendado, não possa comparecer, deve avisar a Secretaria Municipal de Saúde do município que agendou, no caso da primeira consulta. Já se for consulta de retorno o cancelamento deve ser avisado diretamente ao hospital através do telefone 3649 0605.

Faltas estão aumentando

Na última quarta-feira o Fato Novo já divulgou notícia em seu site sobre as ausências de pacientes, o que gerou grande repercussão. Mas os números se referiam apenas aos meses de novembro e dezembro do ano passado, comprovando que as faltas, infelizmente, estão aumentando.

O número de pacientes que não compareceram em consultas e exames marcados no Hospital Montenegro (HM) chegou a 306 no último mês de dezembro. Conforme o HM, foram 77 faltas em consultas, 101 na fisioterapia, 93 em exames e 35 em revisão de traumatologia. A direção do hospital calcula um prejuízo de R$ 17.859,15 com as ausências.

Mesmo sendo atendimento gratuito através do 100% SUS, profissionais e equipamentos ficam à disposição, gerando custos, e quando pacientes não comparecem acabam tirando o lugar de outros que estariam necessitando.

No mês anterior, em novembro de 2019, um total de 273 pacientes não compareceram nos horários agendados, o que causou um prejuízo de R$ 13.070,56. Portanto, o número aumentou ainda mais em dezembro. Isso acaba comprometendo o atendimento na instituição e por isso é importante a conscientização de, no caso de não poder comparecer, avisar com antecedência, até para poder garantir depois um novo horário.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here