Crédito: Divulgação/FN

O prefeito Lico Fink (PSDB) decretou Situação de Emergência em Harmonia em razão das perdas causadas pela estiagem no Município. O longo período sem chuvas volumosas vem causando sérios prejuízos na produção primária local.

As situações que mais preocupam são as da fruticultura e bovinocultura, além das produções de milho e hortifrutigranjeiros. “Só na bergamota caí a quebra deve ser pela metade”, projeta o secretário de Agricultura e Meio Ambiente do Município, Leozildo Lira. As frutas não vêm se desenvolvendo, estando murchas, enquanto as árvores perdem suas folhas.

Açudes no interior estão secando, o que dificulta a disponibilidade de água para os animais. “O milho para silagem também teve perdas de 50% e o que sobrou tem pouca qualidade”, completa Lira.

O levantamento total dos prejuízos nas propriedades harmonienses deve ser concluído até a próxima segunda-feira, dia 6, mas já aponta também escassez de água em fontes naturais, córregos e pequenos arroios, podendo hegar logo aos poços artesianos. O relatório será enviado à Defesa Civil do Estado, junto com o Decreto de Emergência. O objetivo é conseguir a homologação estadual e, em seguida, a federal. A partir daí, o prefeito Lico Fink deve também pedir recursos nessas duas esferas para ajudar nas ações da administração municipal.

É reforçado o pedido à comunidade harmoniense para que evite o desperdício de água.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here