Além de professor, Selbrício foi pesquisador da colonização alemã Reprodução/Facebook

Morreu no dia 13 de setembro, o professor Selbrício Bohn. Ele era um dedicado estudioso. Ele tinha 82 anos e estava internado no Hospital Montenegro devido à falência de múltiplos orgãos.

O professor Selbrício era muito dedicado à pesquisa sobre a imigração alemã no Rio Grande do Sul.

Nascido em São Roque, no municipio de Feliz, ele estava aposentado e vivia atualmente em Harmonia.

Pesquisador da história da colonização, ele escreveu livros sobre o assunto, sendo que o primeiro deles, lançado em 1998, narra a história dos seus próprios antepassados. Os seus conhecimentos permitiram que ele ajudasse muitas pessoas que necessitavam de informações genealógicas para obter a cidadania alemã.

Ele foi casado com Maria Ivone Fink, com quem viveu por mais de 28 anos e teve os filhos Simone, Senaide e Sandro.

Ao falecer deixou a sua segunda esposa, Glaci, e os netos Marcelo, Jorge Júnior, Sandro Henrique, Amanda e Samira.

Selbrício acumulou grande volume de documentos e escritos sobre a colonização alemã que deverão ser preservados pela família ou recolhidos pela biblioteca municipal de Harmonia para que possam ser utilizados por outros pesquisadores.

Deixe seu comentário