Crédito: Anderson Machado/C5 NewsPress

As empresas UP Bebidas e MS Sucos poderão, em breve, ampliar suas plantas industriais e, consequentemente, gerar mais empregos. As duas receberam doações de áreas no novo distrito industrial de Harmonia, no Morro Azul. A confirmação do repasse dos imóveis ocorreu na semana passada, com as assinaturas de contratos pelos representantes do executivo municipal e dirigentes das indústrias.

As duas empresas têm o prazo de um ano para o início das construções dos prédios e dois anos para o começo das atividades no local. Os pedidos das áreas vieram por meio de dois programas municipais, o Cresce com Harmonia, implantado em 2015 pela Secretaria Municipal de Administração, e o Programa Municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Industrial (Prodesi), criado em 2002.

“A doação tem a finalidade de estimular a indústria, o comércio e a implementação do setor produtivo do município, que promovam a geração de emprego, renda, que possibilitem o incremento das receitas públicas”, afirma o prefeito Lico Fink (PSDB).

Os projetos foram analisados pelo Conselho Gestor Municipal, formado pelo secretário municipal da Fazenda, Antônio Kunzler, pelos representantes da Secretaria de Administração, Trânsito e Serviços Comunitários, Michael Weber Reichert, e de Obras e Viação, Cláudio Ricardo Altenhofen, além da contadora da Prefeitura, Marguit Lauermann Flach e de um representante da Associação Comercial e Industrial de Harmonia.

A nova área industrial tem 13,2 mil metros quadrados. O terreno foi desapropriado em março, em negociação amigável com os antigos proprietários da área. O investimento realizado pela prefeitura foi de R$ 175 mil.

A área entregue à UP Bebidas tem 3,7 mil metros quadrados, onde a empresa projeta construir um pavilhão de 600 m², que irá abrigar a linha de produção, escritório, showroom, garagem e depósito, além do pátio de carga e descarga. Atualmente, ela realiza sua produção no centro da cidade, em um espaço alugado e que já não comporta mais as necessidades de produção.

Já a MS Sucos, atualmente em funcionamento em Pareci Novo, terá à disposição 8 mil metros quadrados. Seu projeto também prevê a construção de um pavilhão para abrigar a linha de extração e processamento de sucos, câmaras frias, escritório e depósito.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here