Crédito: Reprodução/FN

Os recorrentes atos de vandalismo forçaram a prefeitura de Harmonia a realizar a substituição de 18 contêineres usados para a coleta de lixo em pontos diversos do Município. O custo para os cofres públicos chegou a R$ 21,7 mil.

As estruturas antigas vinham sendo utilizadas desde o ano de 2016. O secretário municipal da Agricultura e Meio Ambiente, Leozildo Rodrigues Lira, pede consciência à comunidade no uso dos contêineres. “Não são depósitos de lixo, pelo contrário, são ferramentas que agilizam a coleta de lixo, portanto é necessário o bom senso em seu uso”, alerta. O secretário acrescenta que investimentos diversos foram realizados na área, mas para conseguir os efeitos desejados é necessário que cada morador faça a sua parte.

O calendário de coleta em Harmonia é executado da seguinte forma. Nas segundas e quintas, é recolhido o lixo orgânico na zona urbana. Nas quartas, são coletados os resíduos secos. Na terceira quinta-feira do mês, é realizado o “bota fora”.

No interior, na primeira e na terceira quarta-feira do mês, o lixo é recolhido em Nova Santa Cruz, Morro do Cedro, Floresta e Linha Lerner. Já na segunda e na quarta quarta-feira, o trabalho ocorre no Morro Peixoto, Morro Santo Antônio, Vila Rica, Morro Azul, São Benedito e Saudades. 

Deixe seu comentário