Eduardo Antônio Britz, o "Tuba", de 30 anos, sofreu acidente em São Paulo - Crédito: Facebook/Reprodução

Aconteceu na tarde de ontem, terça-feira, a despedida do caminhoneiro felizense Eduardo Antônio Britz, o “Tuba”, de 30 anos. O velório ocorreu no Pavilhão do América, no Vale do Lobo, seguido de sepultamento no cemitério da comunidade.

“Tuba” foi vítima de acidente na manhã do último domingo. Segundo familiares, o caminhão Mercedes Benz/Axor que ele dirigia capotou em um dos acessos do Rodoanel, na Grande São Paulo. O caminhão, com placas de Vale Real, estava carregado de sacos de cimento, e o condutor faleceu no local.

O pai de Tuba, o empresário Nestor Britz, que é de Bom Princípio, viajou para São Paulo para providenciar os trâmites da liberação do corpo e o translado para o Rio Grande do Sul. “Estou vivendo o momento mais difícil da vida”, escreveu em seu facebook, lembrando o quanto o filho amava rodar o mundo na boleia do caminhão.

Eduardo Britz, o Tuba, deixa esposa Priscila e um casal de filhos. O seu trágico falecimento causou grande comoção na região e várias são as mensagens de pesar e homenagens ao caminhoneiro nas redes sociais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here