Michel e o pai Ramiro Flach transformaram a receita familiar num bom negócio - Crédito: Globo Rural/Reprodução

Um dos destaques do programa Globo Rural, da TV Globo, no último domingo, foi o primeiro vinagre feito no Brasil com caldo de cana-de-açúcar. O vinagre é produzido pela agroindústria Flach Alimentos Naturais, na Piedade, de propriedade da família do empresário e ex-vereador bom-principiense Ramiro Flach.

Ramiro, de 66 anos, juntamente com a família, vem transformando uma tradicional receita familiar em negócio, no município de Bom Princípio. O vinagre feito à base de caldo de cana, que ele tem na memória desde a infância, vem sendo produzido em escala industrial e com certificação orgânica. A receita é da avó do empresário, utilizando o resto do melado de cana. E pode ser usado tanto nas saladas como no tempero de pratos quentes, inclusive na carne.

Matéria-prima é o caldo de cana do sítio de Ramiro Flach e de outras propriedades de agricultores
– Crédito: Globo Rural/Reprodução

Ramiro decidiu transformar a receita familiar num negócio rentável, de milhares de litros do vinagre de cana, que tem certificação orgânica. A cana, antes utilizada para alimentar os animais, agora é matéria-prima na fabricação do vinagre. O filho mais velho, Michel, engenheiro químico e sócio no empreendimento, diz que não é utilizado adubo químico, pesticidas ou herbicida no manejo da cana. “É como era feito pelos nossos antepassados”, diz. Foi o pai, Ramiro, quem sugeriu ao filho fazer faculdade. “Precisava de alguém para montar a agroindústria”, confirma. Michel se dedica a gestão da agroindústria, análise e desenvolvimento de produtos. Já Ramiro entrou com a idéia, a receita e também coloca a mão na massa.

O caldo de cana é a matéria-prima principal do processo. Após ser estocado no tanque, começa a fermentação do açúcar, que vai virar álcool. Em seguida inicia a segunda fermentação, que aí entram bactérias, chamadas de “madre”, que transformam o líquido em vinagre. A madre se alimenta do álcool e libera o ácido acético, que é justamente o vinagre, que fica pronto em cerca de 2 meses. Parece simples, mas foi uma receita aprimorada ao longo de cinco anos. Um dos principais segredos é a temperatura dos tanques de fermentação, entre 30 e 35 graus.

Vinagre é produzido em agroindústria da Piedade
– Crédito: Globo Rural/Reprodução

São produzidos cerca de 12 mil litros de vinagre de caldo de cana por mês. Edson, também filho de Ramiro, coordena a logística interna. “O pai é muito persistente. Ele botou na cabeça e conseguiu fazer”, diz, sobre o projeto do vinagre de cana que virou realidade. E a idéia é expandir ainda mais. O próximo desafio é a inédita fabricação de conservas sem sal. O vinagre de cana já está sendo utilizado em conservas de ovos de codorna. E já é um sucesso.

A empresa produz e adquire cana-de-açucar de pequenos agricultores familiares. A fabricação dos vinagres é realizada sem a utilização de nenhum aditivo químico, e o resíduo do processo de fabricação, o bagaço da cana, retorna ao ambiente na forma de adubo orgânico. Faz-se o uso racional da água e de energia. Até mesmo o tratamento dos efluentes é realizado por sistema de wetland, com utilização de plantas, sem a necessidade de químicos.⠀Além disto, a empresa ainda possui o selo de Produto Orgânico, certificado pela Ecocert Brasil, o que garante ao consumidor produtos inteiramente limpos e íntegros, com respeito ao meio ambiente, as pessoas e as próximas gerações.⠀Estas são algumas das iniciativas que demonstram a sustentabilidade e comprometimento da Flach Alimentos para com o meio ambiente e a sociedade.

Vinagre de cana também já é usado em conservas sem sal
– Crédito: Globo Rural/Reprodução

Michel diz que a empresa ainda está em fase de investimento. “Com certeza minha avó gostaria do nosso vinagre”, diz Ramiro, orgulhoso. As vendas da venda do vinagre não foram afetadas pela pandemia. Gravada tempos atrás pela equipe do Globo Rural, que esteve na empresa de Bom Princípio antes da pandemia do coronavírus, a reportagem pode ser conferida nos sites do Globo Rural, globoplay e do G1.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here