Policiais fizeram buscas em sete municípios na investigação de combate a fraudes em licitações em Ivoti /Polícia Civil

Uma operação da Polícia Civil, de combate a fraudes em licitações, teve mandados cumpridos hoje em Bom Princípio e Tupandi.

Conforme a Polícia Civil, a Operação Monet, teve 15 mandados de busca e apreensão cumpridos nesta quina-feira, dia 23, relativos as contratações de serviços como de perfuração de poços, consultoria, colocação de plaquetas em hidrômetros e manutenção, na Prefeitura de Ivoti com dispensa indevida de licitação e associação criminosa. Além de Ivoti, Bom Princípio e Tupandi, foram cumpridos mandados também em Canoas, São Leopoldo, Novo Hamburgo e Presidente Lucena.

Os mandados foram cumpridos na Prefeitura de Ivoti e em empresas e residências da pessoas investigadas. De acordo com a Polícia Civil, as investigações tiveram início após apontamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE) verificar irregularidades na contratação de empresas para prestação do serviço de água e esgoto no município de Ivoti.

Cinco anos atrás o município criou uma autarquia para este serviço, não utilizando mais o fornecimento da Corsan.

Conforme relatórios do TCE, as irregularidades teriam ocorrido na contratação destas empresas. Foram cumpridos mandados nas casas de ex-prefeitos de Ivoti e de Presidente Lucena, além de outros locais. Com as ordens judiciais, a Polícia Civil busca comprovar o direcionamento das contratações realizadas com dispensa de licitação, contratações diretas, nas quais foram alegadas a emergencialidade, bem como as licitações realizadas.

Nas buscas diversos documentos e contratos, objeto da investigação, foram apreendidos. Duas empresas, de instalações elétricas, de Bom Princípio e Tupandi, estão entre as investigadas pela Polícia.

Deixe seu comentário