Antigo prédio do hospital São Pedro Canísio deve ser restaurado e sediar setores da Prefeitura, economizando em aluguel - Crédito: Prefeitura

Foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração do Hospital a permuta do prédio novo onde funciona o Hospital São Pedro Canísio pelo prédio histórico do hospital, que passa definitivamente ao domínio da Prefeitura de Bom Princípio. Com a aprovação da permuta, a Associação São Pedro Canísio, em contrapartida, passa a ser proprietária de toda área e prédio novo, exceto do imóvel onde fica a UPA.

Associação São Pedro Canísio passa a ser proprietária do prédio do novo hospital
– Crédito: Prefeitura

A reunião que definiu sobre a permuta e outros assuntos ocorreu na Prefeitura e contou com a participação do prefeito Fábio Persch e seu vice, João Weschenfelder, da secretária municipal da Saúde e Assistência Social, Lilian Juchem, do jurídico do município, César Luis Bumgratz, do presidente da Associação São Pedro Canísio, Vanderlei José Baumgratz (Deco), da diretora-presidente do hospital, Adriana Schvade Seibel, e dos membros do Conselho, que tiveram seu primeiro encontro presencial desde o início da pandemia.

Desde 2018, existe uma concessão de uso entre as partes com previsão para 20 anos, mas a ideia era de formalizar efetivamente a permuta a fim de garantir segurança e tranquilidade também às futuras administrações municipais e do hospital. Uma vez aprovado pelo Conselho, o processo de permuta segue alguns trâmites legais até a assinatura do termo, como avaliação imobiliária de ambas as áreas e aprovação pela Câmara de Vereadores. Entretanto, já ficou decidido na reunião que não haverá ônus para nenhuma das partes. Caso a avaliação for superior para um dos imóveis, será feita uma doação no valor da diferença.

Reunião ocorreu na última segunda-feira
– Crédito: Prefeitura

Durante a reunião, a administração municipal também já apresentou uma prévia do que será feito no antigo prédio do hospital. O projeto é amplo, e vem sendo pensado há tempos por uma equipe da Prefeitura, que passará a ser integrada também por membros do Conselho de Administração do Hospital. Parte do prédio, como a fachada, na parte leste – será restaurada através da Lei de Incentivo à Cultura, enquanto que as alas Norte e Sul serão revitalizadas com recursos próprios e também emendas parlamentares. “Queremos neste último quadrimestre do ano fazer toda a parte legal e contratação de projetos para que nos próximos três anos possamos dar andamento à obra até sua conclusão”, projeta César Baumgratz.

“A ideia é utilizar uma parte do prédio para as demandas da Secretaria de Saúde e Assistência Social. Poderemos fazer atendimentos, centralizar ali as oficinas e os encontros do PIM, além de transferir as salas do CRAS e Conselho Tutelar para o prédio, deixando de pagar aluguel dos imóveis atuais. Mas haverá espaço também para a Educação e para as necessidades das demais secretarias”, explicou a secretária Lilian.

Prédio histórico do Hospital São Pedro Canísio deve ser restaurado
– Arquivo/FN

O prefeito revelou que todo o Centro está passando por uma ampla revitalização, e que o hospital antigo e também a área do entorno serão remodelados. “As paredes externas e o estilo do prédio serão mantidos, e vamos preservar a memória do hospital através de uma sala que servirá como museu, com artigos históricos do hospital. O entorno também vai receber paisagismo e ser projetado para facilitar o fluxo de veículos e estacionamento no centro”, detalhou, acrescentando que ainda há muito que planejar e executar.

Foi indicada uma comissão com membros do Conselho e também da Prefeitura, que irá avaliar o mobiliário e itens que existem hoje no hospital, a fim de dar o devido descarte ou conservação. E isso inclui os artigos sacros da capela, que são de propriedade da Paróquia Nossa Senhora da Purificação, e que serão retirados por tempo indeterminado para dar a devida segurança aos itens enquanto houver obras no prédio histórico.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here