Empresário e ex-vereador estava prestes a deixar o hospital quando sofreu problemas cardíacos e faleceu aos 65 anos - Crédito: Álbum de família

“Dói muito”. A declaração é do presidente da Câmara de Bom Princípio, Reges Junges, que nesta última semana perdeu seu pai, o empresário Paulo Junges, de 65 anos. Foi um domingo de Dia dos Pais mais triste para a família Juges. “Tinha muito orgulho do meu pai”, afirma Reges. O mesmo postou Roger Luan Junges, que escreveu sobre o privilégio ter sido filho de Paulo Junges. “Pai, se eu me tornar metade do homem que tu foi, ajudar metade das pessoas que tu ajudou, vou estar realizado”, disse.

Paulo Junges (centro), na foto com o filho e vereador Reges e o prefeito Fábio Persch, foi empresário e liderança importante da comunidade
– Crédito: Prefeitura

Bastante conhecido e estimado, Paulo Junges era morador do Bom Fim Alto, sendo casado com Sueli, com quem teve os filhos Reges e Roger. Empresário dos ramos de transporte coletivo e de móveis, foi também vereador entre 1993 e 1996. Conforme Reges, o pai sempre teve boa saúde. “Estava bastante ativo e continuava trabalhando na empresa”, conta.

Os primeiros sintomas do coronavírus foram de febre, quando foi inicialmente internado por três dias no Hospital Unimed, em Montenegro. Com a melhora, voltou para casa. Mas na semana seguinte passou a ter falta de ar e teve que voltar ao hospital, sendo inclusive entubado. Após cinco dias, a família recebeu a boa notícia, no final de semana passado, de que o empresário tinha melhorado. Iria inclusive retirar o respirador e ter alta do CTI. “Estava melhor. A médica disse que estava curado”, recorda Reges, sobre a Covid-19, cujo teste tinha dado positivo. Mas aí teria surgido outro problema, resultado de uma infecção, causada por uma bactéria, que provocou febre e pneumonia. Como os pulmões e o coração estavam debilitados pelo coronavírus, Paulo não resistiu e veio a falecer de problemas cardíacos na última terça-feira, dia 4.

Mesmo que o empresário já estivesse curado do coronavírus, o boletim estadual apontou como o primeiro óbito registrado em Bom Princípio como associado a Covid-19. O velório, missa e sepultamento, na quarta-feira, foram restritos aos familiares e pessoas mais íntimas, com caixão lacrado e adotando todos os protocolos de saúde e segurança. Foi uma despedida rápida e mesmo sendo de uma família numerosa, além de ser uma liderança da comunidade, com muitos amigos, as restrições impediram que muita gente, que certamente estaria nos atos fúnebres, participasse da despedida. A família Junges agradece o apoio e a solidariedade de todos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here