Assessor jurídico esclareceu sobre requerimentos enviados ao Ministério Público e Prefeitura - Reprodução/FN

Na manhã de ontem, terça-feira, aconteceu a quinta reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara de Vereadores de Bom Princípio que busca apurar sobre o contrato de gestão do município com a Associação São Pedro Canísio, após denúncias de irregularidades envolvendo diretora do hospital em Canela.

Novamente estiveram reunidos o presidente da CPI, vereador Fábio Juwer (MDB), mais os vereadores Renato Krewer (PSDB) e Beatriz Bohn (Progressistas). Após a leitura e aprovação da ata da reunião anterior, foi lido ofício encaminhado ao Ministério Público pedindo auditoria da Coordenadoria Regional de Saúde no hospital. O assessor jurídico Júlio César Eglior explicou que o requerimento, com o aval da Promotoria de Justiça, visa a pactuação com o Estado para a realização de uma auditoria sem custos ao município. Também foi lido pelo vereador Fábio Juwer um ofício a ser encaminhado ao prefeito Fábio Persch requisitando documentos da prestação de contas da Associação São Pedro Canísio nos períodos de abril a outubro de 2020, mais de fevereiro a abril de 2021. O assessor jurídico esclareceu que nestes períodos foram destinados recursos para o combate a pandemia e a requisição da prestação de contas visa analisar sobre a aplicação dos valores, visando possíveis indagações durante os depoimentos das testemunhas. Os dois requerimentos foram aprovados pelos vereadores da CPI. Também foi discutido sobre o plano de trabalho e cronograma.

O vereador Fábio diz que também têm ocorrido reuniões internas e acredita que os trabalhos agora estão tomando um rumo certo para que tenha a devida transparência, podendo ser apurados e fiscalizados os fatos pertinentes. As próximas reuniões estão marcadas para os dias 8 e 15 de fevereiro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here