Agentes de Caxias do Sul estão pulverizando com inseticida locais de maior infestação do mosquito Aedes Aegypti - Crédito: Prefeitura

A Secretaria Municipal de Saúde de Bom Princípio, em razão dos focos de Aedes Aegypti já encontrados e de dois casos da doença confirmados no município, junto com a coordenadoria regional da saúde, está tomando medidas mais rígidas no combate ao mosquito.

Iniciou na última segunda-feira um cronograma de pulverização nas áreas de maior risco de proliferação do mosquito que transmite a dengue, febre amarela, chikungunya e zica vírus. Agentes de Endemias estão fazendo os trabalhos de pulverizações (fumacê) em vários lugares críticos e de fácil infestação, estando servidores da prefeitura (da secretaria de saúde e de infraestrutura) auxiliando os profissionais vindos de Caxias do Sul. Segundo a Prefeitura, dois casos de infecção foram confirmados em Bom Princípio, em decorrência de Dengue. Os pacientes estariam em isolamento, entre eles uma senhora e um senhor que veio de viagem com a doença e foi transferido para Montenegro. A Prefeitura garante que a situação está sob controle e todas as medidas necessárias estão sendo tomadas. E pede que a população colabore, evitando de deixar água parada, além de procurar usar repelente, mosquiteiro e inseticida, para evitar picadas do inseto.

A orientação da Prefeitura é de que os moradores permitam que os profissionais da área da saúde vistoriem os seus imóveis, passando orientações de como prevenir para impedir novos focos. O número de casos de dengue no Rio Grande do Sul aumentou seis vezes neste ano em relação a 2018. Só em Porto Alegre foram confirmados 85 casos. No Vale do Caí também foram confirmados dois casos em Montenegro, de um casal que teria contraído a doença em viagem ao Nordeste.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here