Crédito: Divulgação/FN

Está sendo velado no necrotério do Bairro Teutônia, em Teutônia, o corpo de Egon Édio Hoerlle. Natural de Pareci Novo e presidente da Certel por 43 anos, Hoerlle faleceu na madrugada dessa sexta-feira, no Hospital Bruno Born, de Lajeado, onde estava internado na UTI desde a última segunda-feira.

Hoerlle presidiu a Certel entre os anos de 1971 a 2014 e foi vice-presidente entre 2014 e 2017, tendo contribuição decisiva para que a cooperativa se tornasse a maior do ramo de infraestrutura do país. A Certel Energia é responsável pelo fornecimento de energia elétrica para algumas cidades do Vale do Caí, como Barão, São Pedro da Serra e Salvador do Sul, tendo uma atuação muito prestigiada.

A capacidade e a dedicação de Egon Hoerlle tiveram reconhecimento estadual. Foi presidente da Federação das Cooperativas de Energia, Telefonia e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul (Fecoergs), de 1994 a 2010, e atuou como membro de importantes entidades, como Infracoop, Ocergs, Fiergs/Ciergs, entre outras.

O espírito de liderança, a facilidade de relacionar-se com as pessoas e a habilidade política e de negociação, traços do perfil de Hoerlle, foram fundamentais para impulsionar o crescimento da Certel, destaca nota emitida pela cooperativa, que assinala, ainda, o seu envolvimento com a melhoria da qualidade de vida comunitária.

O sepultamento será realizado hoje, às 17h, em Teutônia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here