O Campo dos Bugres, onde a cidade de Caxias do Sul começou a ser formada, por volta de 1875, pertencia ao município de São Sebastião do Caí

Antigamente os rios e arroios eram muito usados para o estabelecimento das divisas entre países, estados e municípios. Diante das dificuldades para fazer medições num território selvagem, coberto por densas e quase impenetráveis matas, os rios e arroios serviam melhor para esta finalidade. Eram divisas naturais, que estavam ali, prontas para serem usadas.

São Sebastião do Caí emancipou-se de São Leopoldo, município que havia sido criado no ano de 1846. E quando foi criado, seu território compreendia, basicamente, as terras situadas entre os rios Caí e Sinos. Com isto, o município se estendia, ao sul, até as imediações de Porto Alegre, incluindo terras do atual município de Nova Santa Rita (que foi um distrito caiense). As divisas com Montenegro (município criado em 1873, dois anos antes de São Sebastião do Cai) eram marcadas pelo Rio Caí.

Basicamente, as terras situadas na margem direita do rio pertenciam a Montenegro e as da margem esquerda ao Caí. Por isto, Capela de Santana ficou pertencendo ao Caí e Bom Princípio a Montenegro.

Mas o arroio Forromeco também foi usado como divisa e, por isto, Feliz ficou pertencendo ao Caí (apesar de estar situada na margem direita do rio). Este arroio desce a serra, vindo das imediações Garibaldi e Farroupilha. Passa pela cidade de São Vendelino e deságua no rio Caí junto à cidade de Bom Princípio.

Ao norte, na região da serra, o território era despovoado. Apenas os índios, nômades, circulavam por aquela área, estabelecendo suas aldeias provisoriamente, aqui e ali.
Este território foi repartido entre Montenegro e o Caí. Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa pertenceram a Montenegro; Caxias do Sul e Farroupilha, ao Caí. Esta região foi intensamente povoada por imigrantes italianos a partir de 1875 e a localidade de Caxias do Sul foi a primeira a se desenvolver como povoação. O que fez com que ela viesse a se emancipar do Caí já no ano de 1890.

Deixe seu comentário