A estação de trem de Salvador do Sul foi inaugurada em 1º de dezembro de 1909 Reprodução/Internet

O local onde hoje existe a cidade e Salvador do Sul ainda não constituía sequer um povoado quando, em 1909, chegou até lá a linha de estrada de ferro que, a partir do ano seguinte, passaria a ligar Montenegro a Caxias do Sul. São Pedro, ao contrário, já era um vilarejo naquela época, contando com uma capela construída em 1890. Salvador do Sul só veio a ter a sua capela em 1942. Antes disto os católicos locais assistiam à missa dominical na igreja de São Pedro.

Mesmo assim o local onde hoje se situa o centro de Salvador do Sul foi o escolhido para ser instalada a estação da estrada de ferro que serviria à importante vila de São Salvador (atual Tupandi) que era sede de um dos distritos do município de Montenegro. Era o ponto da ferrovia que ficava mais próximo daquela sede distrital. As estações de estrada de ferro não podiam ser construídas muito próximas umas das outras, para evitar o excesso de paradas do trem. Com isto, São Pedro ficou sem uma parada. Antes de Salvador, a parada mais próxima era a de Linha Bonita Alta. Depois, a de Barão. A distância de Salvador do Sul a Montenegro, pela ferrovia, era de 47 quilômetros. Até Caxias do Sul eram mais 70 quilômetros e a chegada do primeiro trem até lá só ocorreu em 8 de julho de 1910. Antes disto, em 1º de dezembro de 1909, já era inaugurada a estação de Salvador do Sul.

A construção desta estrada de ferro foi uma obra difícil e demorada. Ela exigiu a construção de pontes e viadutos, escavações na rocha e até a perfuração de um túnel. Ela foi iniciada em 1898, pela empresa belga Companhia Auxiliar de Estradas de Ferro, que venceu a concorrência realizada pelo governo federal para a construção e exploração de estradas de ferro no Rio Grande do Sul. A construção levou doze anos para ser completada. Antônio Borges de Medeiros era o governador do estado nesta época e continuou sendo durante a maior parte do período de construção da ferrovia. O engenheiro responsável pela sua construção foi Henrique José Wiedersphan, que executou obras notáveis. Um destaque foi o túnel de Linha Bonita Alta, que foi o primeiro da América Latina. Ele tinha 96 metros de extensão e era em curva (1).

Em 10 de abril de 1922, por decreto do presidente Epitácio Pessoa, a ferrovia passou a pertencer ao governo do estado e, logo, passou a produzir grandes prejuízos. Em 1952, para livrar-se deles, o governo estadual devolveu ao federal o controle total das ferrovias no estado.

Deixe seu comentário