A sepultura de Jacob Michaelsen, que foi pai de Egydio Michaelsen, se encontra no cemitério do Caí Arquivo/FN

A navegação fluvial no Rio Grande do Sul foi se desenvolvendo gradualmente e chegou ao seu apogeu no início do século XX. No rio Caí, ela teve grande impulso em 1906, com a construção da barragem Rio Branco. Mas apenas cinco anos depois sofreu um baque com a inauguração da ferrovia ligando Caxias do Sul a Porto Alegre. Com isto grande parte da produção da região serrana, que antes era transportada em barcos, pelo rio Caí, passou a ser levada pela ferrovia.

Mesmo assim, as companhias de navegação sediadas no Caí foram importantes. Principalmente a de Jacob Michaelsen. Juntamente com Jacó Becker, no rio Jacuí; Jacob Arnt, no rio Taquari e Jacob Bluth, no rio dos Sinos, Michaelsen era famoso na época como um dos quatro jacós, considerados os maiores empresários da navegação no estado.

Deixe seu comentário