Nestor Seibel foi prefeito de Bom Princípio por 8 anos Reprodução/FN

Entre os anos de 1997 a 2004 Bom Princípio foi governado por Jacob Nestor Seibel. Quarto prefeito do município e o primeiro a disputar (e vencer) uma campanha de reeleição. Ele foi filho de Adolíbio e Guilhermina Seibel, agricultores e fabricantes de queijo da localidade de Passo do Salseiro. Nascido em 2 de fevereiro de 1950, Nestor era o sexto de nove irmãos. Apesar de não disporem de muito recurso, Adolíbio e Guilhermina investiram na educação dos filhos. Todos estudaram e, como era comum naquela época, deixaram Bom Princípio para procurar melhores oportunidades em outras terras.

Com Nestor não foi diferente. Aos 10 anos ele ingressou no Seminário de Bom Princípio e um ano após dirigiu-se para o Seminário de Gravataí, onde estudou por mais cinco anos. Depois disto desistiu da vida sacerdotal e foi para Novo Hamburgo, onde cursou o segundo grau no colégio 25 de Julho. Para manter-se passou a trabalhar como auxiliar de escritório e como office-boy em diversas empresas. Com o segundo grau completo, voltou para a casa dos pais, passando a trabalhar como agricultor. Comprou uma camionete e passou a explorar uma linha de leite, comprando o produto dos colonos e levando-o para a empresa Laticínios Feliz. Ao mesmo tempo se dedicava à venda de máquinas e insumos agrícolas.
E assim viveu por sete anos até conseguir emprego de vendedor da empresa Piratininga Equipamentos Agrícolas, em Porto Alegre. Deu-se muito bem neste trabalho e, depois de dois anos, foi convidado a ser gerente de vendas da mesma empresa em Ribeirão Preto. Ele chefiava uma equipe de vendedores, atuando em São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso. Foi considerado o melhor vendedor da empresa no país.

Em 1982 passou a trabalhar para a fábrica dos calçados Le Cheval, também em Ribeirão Preto. Na primeira semana de trabalho, vendeu 8.000 pares de tênis. Ganhava muito bem, mas mantinha o desejo de voltar para Bom Princípio. Pediu, então, para ser nomeado representante da Le Cheval no Rio Grande do Sul. A marca era desconhecida no estado. Mesmo assim tornou-se o campeão de vendas da empresa no país entre os anos de 1987 e 1991, chegando a vender quase três milhões de pares até 1996, quando deixou a empresa.

Incentivador do empreendedorismo

A vontade de voltar para Bom Princípio era grande. Nestor costumava passar os seus fins de semana na sua terra natal e, como gostava de política, foi convidado a concorrer a vereador no ano de 1988 e obteve boa votação, tornando-se suplente. Em 1989, mesmo morando em Porto Alegre, ele construiu uma casa na cidade, para os seus fins de semana. No ano de 1992 concorreu novamente à vereança e foi o mais votado. Quatro anos depois disputou as eleições para prefeito contra José Ledur, ex-prefeito, e venceu a disputa com larga diferença de votos. Quatro anos após reelegeu-se para mais um mandato de quatro anos.

Nos seus oito anos de governo, Nestor Seibel conseguiu realizar muitas obras importantes. Destaca entre elas a do Centro de Cultura e Eventos e as obras de asfaltamento de estradas. Fez o asfalto entre Santa Lúcia e o Morro Tico-Tico, com 3,3 quilômetros, o de Nova Colúmbia a Santa Terezinha, com 1,1 quilômetro e o de Bom Princípio a Tupandi (trecho situado no município), com 4,5 quilômetros.

Nestor Seibel também construiu o prédio do Morangão, que tornou-se um símbolo e referência para o município, e três ginásios de esportes (na Piedade, Morro Tico-Tico e na Sede), além de outros dois que não chegaram a ser concluídos.

Nos setores de educação e saúde os progressos foram muitos, deixando o município em posição de destaque a nível nacional. Bom Princípio atingiu um dos menores índices do estado em mortalidade infantil e foi destacado, também, pelo fato de haver erradicado o analfabetismo. O ambulatório da sede municipal passou a atender das sete da manhã às dez horas da noite, inclusive nos finais de semana e a contar com equipamentos de ecografia e eletrocardiografia, além de atendimento por vários especialistas. Foram feitas notáveis campanhas de prevenção contra os cânceres de próstata e ginecológico, como também a campanha de prevenção contra a cárie.

Mas a realização da qual Nestor Seibel mais se orgulha é a de haver incentivado o empreendedorismo no município. Logo que começou sua administração ele realizou uma pesquisa entre a população na qual foi constatado que uma grande parte dos habitantes do município era descendente de pequenos empresários e profissionais autônomos como oleiros, marceneiros, alfaiates e pedreiros. Passou, então, a promover cursos do SENAI e SEBRAE visando qualificar os pequenos empresários e a mão de obra da qual necessitavam. E assim as pequenas empresas que existiam na época cresceram e isto estimulou a que mais empresas fossem criadas.

Num curso para marceneiros, por exemplo, uma empresa local cedia as suas instalações para que os professores (pagos em parte pela prefeitura) dessem aulas práticas aos alunos. A prefeitura também pagava a madeira e outros materiais consumidos e depois ficava com os móveis produzidos, que eram aproveitados nas creches, escolas e outras instituições do município. E assim, a cada ano, novos cursos eram realizados, estimulando o aprimoramento de outros setores como o oleiro e o de confecções. Foram realizados, também, cursos de marketing e de vendas.

A feira Construmóvel foi criada para estimular os negócios das pequenas empresas do setor e a Festa do Moranguinho também foi direcionada para estimular os negócios das empresas locais. Foi implantado um programa de qualidade na prefeitura, o que estimulou também empresas do município a seguirem pelo mesmo caminho. E foi criado um selo de qualidade para diferenciar os produtos do município.

Graças a todos estes esforços, Bom Princípio se destaca hoje como terra de intenso empreendedorismo e a geração de renda e de empregos traz grandes benefícios para a população.

Depois de deixar a administração municipal, no final de 2004, Nestor Seibel foi convidado a assumir a presidência da CEASA-RS, em Porto Alegre.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here