Chatas carregando madeiras no cais do porto do Caí em 1910

Nas primeiras décadas da sua existência, a cidade de São Sebastião do Caí teve um notável desenvolvimento graças à intensa movimentação do seu porto. A distância entre o Caí e Porto Alegre, pelo rio é de apenas 73 quilômetros. Praticamente toda a produção do Vale do Caí e da região serrana, inclusive da florescente colônia italiana de Caxias do Sul, era escoada através do porto caiense.

Os colonos alemães detinham uma tecnologia agrícola muito superior à existente no Brasil àquela época. Usavam carroças puxadas a boi. Mas eram carroças muito melhores do que as normalmente utilizadas no país. Vantagens tecnológicas como esta (e muitas outras) fizeram com que o Vale do Caí se tornasse um verdadeiro celeiro agrícola. Para se ter uma idéia, a região chegou a ser – no final do século XIX – a maior produtora de feijão do país. Era extraordinária, também, a produção de suínos, destinada à produção de carne e – principalmente – de banha. Um produto que podia ser conservado sem refrigeração e não se deteriorava apesar da demora no transporte até os mercados consumidores.

Graças a isto surgiram indústrias importantes na cidade, como a fábrica de banha da família Oderich, da qual se originou a fábrica de conservas fundada em 1909. Surgiu também, nesta época, a fábrica de confecções de A J Renner. Este empresário, nascido em Alto Feliz, começou seus negócios no Caí e depois transferiu-os para Porto Alegre, vindo a tornar-se o mais notável empresário gaúcho da primeira metade do século XX.

Ainda no final do século XIX, a navegação no rio Caí desenvolveu-se enormemente, passando a ser feita por navios cada vez maiores. Havia, porém, a dificuldade do rio ser muito raso, principalmente no verão. Por isto foi autorizada pelo governo a construção da primeira barragem com eclusa construida na América do Sul. Ela estava situada entre Pareci Novo e Montenegro e servia para elevar o nível do rio no trecho acima dela, permitindo boas condições de navegação até o porto do Caí em qualquer época do ano. A obra foi concluída em 1906 e recebeu o nome de Barragem Rio Branco.

No ano de 1910, porém, foi concluída a estrada de ferro que ligava Caxias do Sul a Porto Alegre, o que fez com que a produção daquele importante município, e da região em torno dele, deixasse de ser conduzida para o porto caiense. Mesmo assim a navegação no rio Caí continuou tendo bastante importância por algumas décadas. Mas acabou declinando com a melhoria das estradas de rodagem e dos veículos automotores, até ao ponto de ser completamente extinta. Com o tempo, por falta de interesse, deixou de ser providenciada a manutenção da barragem e ela hoje está danificada e fora de uso.

Deixe seu comentário