Tendo assumido a paróquia de Bom Princípio em 1924 e permanecido nesta função até 1981, o monsenhor José Becker exerceu extraordinária liderança sobre a população local ao longo destes 39 anos. E não só no plano espiritual, mas também no social, econômico e político.

Nascido na localidade de Jamertal, no município de Dois Irmãos, em 14 de dezembro de 1902, o Monsenhor era filho de Pedro e Suzana Becker. Tinha oito irmãos, dois dos quais também se tornaram padres: o padre João, que serviu na cidade de Feliz, e o padre Theobaldo, que atuou em Tupandi. Três das suas irmãs também seguiram a vida religiosa: as irmãs Josefa, Columba e Regina.

Seu enterro, ocorrido em 26 de junho de 1982, foi o mais concorrido que já houve em Bom Princípio e contou com a presença do cardeal Dom Vicente Scherer, do arcebispo Dom Cláudio Colling, do bispo Dom Sinésio Bohn e de mais 40 sacerdotes.

O Monsenhor José Becker é considerado o grande responsável pelo fato de Bom Princípio contar com tantas vocações sacerdotais. Na época da sua morte calculava-se em 74 os sacerdotes católicos nascidos na paróquia. Foi ele que promoveu a construção do seminário local. Mas foi principalmente pelo exemplo da sua vida sacerdotal que o Monsenhor inspirou tantos jovens a seguirem pelo mesmo caminho.

Fora do terreno religioso ele foi líder da comunidade em vários empreendimentos importantes como a criação da Sociedade Santa Cecília e da União Assistencial e Cultural Bom Princípio. Sob a sua liderança, igualmente, a comunidade construiu uma usina para fornecimento de energia elétrica à vila. Foi também um dos principais responsáveis pela criação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Sebastião do Caí.

Como pároco de Bom Princípio ele orientou a construção das capelas de Santa Terezinha e Arroio das Pedras, além da casa paroquial de Bom Princípio. Ele era muito diligente e permanentemente dedicado ao trabalho de catequese. Ficou na memória da população como a lembrança do sacerdote austero mas, no fundo, bondoso, que ensinava a religião nas aulas de catequese.

Um ano antes da sua morte ele encerrou suas atividades sacerdotais, recebendo muitas homenagens. Há quem considere que o fato dele deixar a atividade que exercia com tanta paixão contribuiu para a sua morte, que ocorreu aos 79 anos de idade.

Os sucessores do Monsenhor José Becker foram os padres Canísio Rech (de 1981 a 1983), Pedro Canísio Gregóry (de 1983 a 1989), Affonso Edgar Weber (de 1989 a 1991), Seno Geraldo Schommer (de 1991 a 1999) e Leonardo Reichert (1999).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here