No Passo do Selbach, em Bom Princípio, deu-se o início da cidade de Bom Princípio

Com a navegação no rio Caí e o seu estabelecimento comercial no Passo Selbach, Jacó Felipe Selbach teve papel fundamental no desenvolvimento do local inicialmente conhecida como Winterschneis. E foi ele que criou um nome em português para a localidade nascente.

Com o seu espírito comercial e visão de marketing avançada para a época, ele criou um nome que transmitia uma carga positiva, chamando o local de Bom Princípio. Era do seu interesse incentivar a vinda de mais colonos para o local pois estes significariam mais movimento para o seu estabelecimento comercial e para a sua linha de navegação. E a denominação Bom Princípio era estimulante para pessoas que procuravam um novo lugar para se estabelecerem e tocarem suas vidas. O nome pegou e hoje denomina o município que é um dos mais evoluídos e prósperos do país. Winter, Selbach e outros valorosos pioneiros contribuíram para que este sucesso se tornasse possível.

Em 1863 Jacó Felipe Selbach construiu a primeira parte da sua casa definitiva. E a festa de inauguração desta construção foi marcada por um acidente fatal: o vizinho Matias Knapp morreu ao disparar um canhão de propriedade de Selbach para um tiro de comemoração. Por estar muito carregado, o canhão explodiu, provocando a morte trágica.

Jacó Felipe Selbach viveu até 1906 e era um homem culto para os padrões da época. Falava e escrevia bem, tanto em alemão como em português. Prosperou no comércio e na navegação e é considerado, pelo historiador Klaus Becker, o pioneiro da navegação comercial no arroio Cadeia e no rio Caí. Ele deixou onze filhos (Catarina, Carlos, Jacob, Pedro, Anna, Cristiano, Leonardo, Cristiano, Elisabeth, Emílio e Leopoldo) que tiveram participação importante no desenvolvimento do Vale do Caí.

Deixe seu comentário