Livro escrito por geógrafo francês, revela preciosas informações sobre a colonização alemã no Rio Grande do Sul Reprodução/Internet

Jean Roche foi um eminente geógrafo francês que viveu vários anos no Rio Grande do Sul, onde atuou como professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Enquanto esteve no estado, percorreu o estado todo fazendo pesquisas que depois resultaram numa grande obra intitulada “A Colonização Alemã e o Rio Grande do Sul”. Este livro foi publicado pela Editora Globo, de Porto Alegre, no ano de 1969, e nele lemos, ao topo da página 219, uma frase que chega a ser chocante para um caiense:

“Com exceção de Caí, todas as pequenas cidades teuto-brasileiras dão uma impressão de prosperidade e dinamismo…”.

Quer dizer: segundo observou o professor Jean Roche, Caí era, naquela época, a única cidade de colonização alemã, em todo o Rio Grande do Sul, que não apresentava progresso.

A época, no caso era a década de 60 do século XX. De fato, o Caí fora, no início do século XX uma das mais prósperas cidades do Rio Grande do Sul. Em 1960 estava muito longe de ter o mesmo destaque.

Deixe seu comentário