Edgar Dietrich destacou-se como presidente do Clube Aliança e foi candidato a prefeito do Caí Arquivo/FN

Edgar Dietrich foi um importante líder caiense. Foi presidente do Clube Aliança e do PMDB, além de candidato a prefeito. Era também pessoa muito popular, que muitas pessoas tratavam pelo apelido de Tidirica. Uma “tradução” do seu complicado sobrenome, que parece impronunciável para quem não sabe falar alemão. Seu nome completo era Afonso Edgar Dietrich.

Seu Edgar nasceu na localidade de Matiel, no Pareci Novo, em 31 de outubro de 1930. Quando jovem, trabalhou na revenda Ford, de João Pereira. Em 1953, ele foi fundador do Sindicato dos Metalúrgicos de São Sebastião do Caí, que dirigiu até 1970. Neste ano abriu a loja Jagar, revendedora de autopeças.

Por nove anos exerceu a presidência do Clube Aliança. Gostava de futebol e foi dirigente do Grêmio Esportivo Riachuelo, desde 1953. Foi presidente de honra do mesmo clube. Foi, também, dirigente do Clube dos Dirigentes Lojistas (CDL).

Foi, também, líder político do PMDB, partido pelo qual concorreu a prefeito em 1982.
Casado com Amália Iris Mentz Dietrich, foi pai de Leslie, Lilian, Pedro Alberto e Martin Ernesto.

Em 1984, quando tinha 53 anos, seu Edgar sofreu um derrame que o deixou parcialmente inválido. Depois disto, com muito esforço e vontade de viver, ele caminhava pela cidade usando bengala. Manteve por muitos anos o gosto pelas conversas com os amigos. Sobreviveu ao acidente vascular cerebral por 25 anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here