Santa Lúcia do Piaí, hoje no município de Caxias do Sul, integrava o município do Caí na década de 1940 Reprodução/Internet

“Naquele tempo, o nosso município era muito grande. Incluía Nova Petrópolis, Feliz, Portão. Era um enorme dum município. Logo que cheguei tinha até o distrito de Santa Lúcia do Piaí que, pra chegar lá, tinha que passar por Caxias.

Aconteceu até que o doutor Egydio Michaelsen, quando era prefeito, foi uma vez, de auto, visitar Santa Lúcia. Mas a estrada era muito ruim e perigosa. O auto capotou e foi rolando em direção ao rio. Pouco antes de cair na água, a porta se abriu e fez uma alavanca, segurando o auto e impedindo a sua queda. O pessoal que estava no carro teve muita sorte. Podiam ter morrido todos. Só quem saiu machucado foi o juiz de direito da época, doutor Armando, que sofreu uma fratura de rótula, ou coisa assim. Estavam junto, além do Egydio e do Doutor Armando, o delegado da Junta de Alistamento Militar e o seu Alexandre, um velhinho que tinha por aí e era o chofer da prefeitura.

Com esta, o doutor Egydio pegou aquilo e largou nas mãos de Caxias. Ele disse: “Não quero mais” (ri). Nós gozamos muito do Egydio. Dizíamos para ele: “O susto foi tão grande que tu resolveu atirar Santa Lúcia nas costas de Caxias”. Ele entregou o distrito caiense pra Caxias sem nenhuma compensação. Mas fez muito bem. Não havia condições de manter um distrito como aquele, tão distante da sede.”

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here